Hubble ajuda a resolver o mistério do Fluxo de Magalhães

A Nasa divulgou a imagem abaixo, criada com a utilização do telescópio espacial Hubble, e ela pode ser responsável pela solução de um enigma que já durava quase 40 anos: a origem do Fluxo de Magalhães, uma grande faixa de gás na Via Láctea.

Os cientistas já sabiam que o gás tinha uma estreita relação com duas galáxias anãs que orbitam a Via Láctea, a Pequena Nuvem de Magalhães e a Grande Nuvem de Magalhães. Com as imagens do Hubble foi possível identificar que a parte principal do gás foi originada na Pequena Nuvem de Magalhães (há uns 2 bilhões de anos atrás) e o restante originou-se na Grande Nuvem de Magalhães.

fluxo magalhaes
Imagem: Nasa

Via: Nasa

Check Also

Esse pôr do sol é fantástico, mas é para poucos

O astronauta americano Reid Wiseman, que está atualmente na Estação Espacial Internacional (ISS), tuitou hoje …